A Importância de ensinar o princípio de autoridade às crianças

 

    A família é o núcleo mais importante em qualquer sociedade, pois é o ambiente em que os filhos são ensinados aquilo que é mais precioso e que fica guardado por toda sua vida. Durante esse período é essencial o acompanhamento dos pais e principalmente das mães. Na primeira infância (até os 3 anos) é demarcado um ponto muito importante para a vida de uma pessoa, a questão da autoridade. E no decorrer dos anos esse princípio vai se solidificando, tendo clareza de seu significado e abrangência. Venho de uma família grande, que sempre há crianças pequenas e percebo a diferença nas instruções vindas dos pais/avós em relação há algumas décadas. Sou tia, professora e tia da salinha e vejo essa mudança nas crianças...            Quão difícil é ser autoridade na vida de uma criança que não conhece o princípio. Recebo pais que não sabem o que fazer com filhos de 4 anos de idade, e a situação piora na proporção do aumento da faixa etária. 

    Desde que saímos do ventre materno queremos que nossas vontades sejam satisfeitas, e a autopreservação se evidencia nos primeiros minutos de vida (o choro do bebê demonstra isso), porém aos poucos nos acostumamos à nova realidade de acordo com o que nos ensinam. Obedecer não traz para nós satisfação. Temos em nós a natureza adâmica, decaída, desobediente e por natureza somos voluntariosos. Ensinar o princípio de autoridade para os pequeninos é responsabilidade dos pais, e a falta do mesmo causa problemas das mais diversas ordens na vida de uma pessoa. Paulo em sua carta aos Romanos discorre sobre a importância da sujeição às autoridades e a condenação vinda sobre aqueles que resistem a esse princípio. “Todo homem esteja sujeito às autoridades superiores; porque não há autoridade que não proceda de Deus; e as autoridades que existem foram por ele instituídas. De modo que aquele que se opõe à autoridade, resiste à ordenação de Deus; e os que resistem trarão sobre si mesmos condenação” (Rm.13:1,2).

    Aquele que não entende a necessidade de submissão dificilmente consegue compreender a ideia de um Deus soberano, Senhor, digno de temor e obediência. Durante meu processo de conversão e ainda hoje tenho dificuldades... Depois que passamos dos primeiros anos de vida o aprendizado de princípios básicos se torna mais difícil. Aqueles que, como eu, não foram criados num lar cristão sabem dessa realidade. Nossas crianças não podem ser educadas de acordo com os padrões que temos visto por aí, daremos conta ao Senhor das responsabilidades que Ele nos confiou como mães, tias, avós... Que o Senhor nos ajude nessa tarefa, Ele é suficiente para nos ensinar àquilo que ainda nos falta. Deus as abençoe!

 

Irª. Brenda Lee - Ramá – Sta. Cruz da Serra

240819-uTbUsOQtPDd4H.jpg